Anúncios
  • Guilhoché…

    ...sinto-me como um ornato composto de traços ondeados que se cruzam e entrelaçam com simetria; tentando me redescobrir e me reinventar sem perder a essência. Com essa probidade, quero, aqui, manter em mim esse vento de espírito jovem, essa curiosidade infantil em relação ás coisas, essa espécie de encantamento em relação ao ser humano. Quero crer que somos muito maiores e mais interessantes que as barreiras que o mundo impõe e que os limites que a vida oferece. Acredito na transformação dos sentimentos e no melhor de cada um. Quero que minha inspiração esteja sempre afiada; colocando em harmonia instinto, alma, criatividade, percepção e uma dose de crítica, que pra mim funciona como uma espécie de veneno destilado. De certa forma, viver, também é seguir essa premissa. O veneno que me refiro é aquele acompanhado de uma grande quantidade de conhecimento, que servirá para discernirmos opiniões. Enfim, se você quer se redescobrir e compartilhar instantes, detalhes e informações; venha fazer parte do meu mundo!
  • Categorias

  • Twitter Valéria

    Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

  • Face Valéria Amoris

PRATIQUE O DESAPEGO!!

 Gente Boa;
Acabei de receber este texto, de Fernando Pessoa, de uma amiga e decidi dividi-lo com vocês. O texto é bárbaro. Pena que na prática não é tão fácil. Porém, sejamos persistentes e vamos à luta!!

Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final…

Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver.

Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos. Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram.

Foi despedida do trabalho? Terminou uma relação? Deixou a casa dos pais? Partiu para viver em outro país? A amizade tão longamente cultivada desapareceu sem explicações?
Você pode passar muito tempo se perguntando por que isso aconteceu….

Pode dizer para si mesmo que não dará mais um passo enquanto não entender as razões que levaram certas coisas, que eram tão importantes e sólidas em sua vida, serem subitamente transformadas em pó. Mas tal atitude será um desgaste imenso para todos: seus pais, seus amigos, seus filhos, seus irmãos, todos estarão encerrando capítulos, virando a folha, seguindo adiante, e todos sofrerão ao ver que você está parado.

Ninguém pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado, nem mesmo quando tentamos entender as coisas que acontecem conosco.

O que passou não voltará: não podemos ser eternamente meninos, adolescentes tardios, filhos que se sentem culpados ou rancorosos com os pais, amantes que revivem noite e dia uma ligação com quem já foi embora e não tem a menor intenção de voltar.

As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas realmente possam ir embora…
Por isso é tão importante (por mais doloroso que seja!) destruir recordações, mudar de casa, dar muitas coisas para orfanatos, vender ou doar os livros que tem.

Tudo neste mundo visível é uma manifestação do mundo invisível, do que está acontecendo em nosso coração… e o desfazer-se de certas lembranças significa também abrir espaço para que outras tomem o seu lugar.

Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se.

Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos.

Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu gênio, que entendam seu amor. Pare de ligar sua televisão emocional e assistir sempre ao mesmo programa, que mostra como você sofreu com determinada perda: isso o estará apenas envenenando, e nada mais.

Não há nada mais perigoso que rompimentos amorosos que não são aceitos, promessas de emprego que não têm data marcada para começar, decisões que sempre são adiadas em nome do “momento ideal”.

Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará!

Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo, sem aquela pessoa – nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade.

Pode parecer óbvio, pode mesmo ser difícil, mas é muito importante.

Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida.

Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é. Torna-te uma pessoa melhor e assegura-te de que sabes bem quem és tu próprio, antes de conheceres alguém e de esperares que ele veja quem tu és…

E lembra-te:
Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão.

Anúncios

FALANDO DE SENTIMENTO

Há alguns dias estava teclando com uma amiga muito querida, a Bibi, que sempre me presenteia com palavras que tocam meu coração e acalentam minha alma de uma maneira tão sublime que decidi compartilhar nossa conversa com vocês, após ter acabado de receber um torpedo de outra amiga que anda com seu coraçãozinho em pedaços.

Estava contando a ela como me sentia radiante quanto à maternidade e disse que além desse presente majestoso que ganhei de Deus, meu filho João, ocorreram outros fatos na minha vida que me destruíram por dentro…que as vezes me sentia como se estivesse chego ao fundo do poço. Tinha a sensação de ter perdido as rédeas da minha vida. E me perguntava por que agora que tenho uma dádiva nos braços não me sentia totalmente feliz? Por que o ocorrido triste martela dia e noite na minha cabeça enquanto eu queria viver tranqüila esse momento, único, de ser mãe?

 Carinhosamente Bibi me escreveu:

Val, ser mãe é um dos mistérios do universo. É algo que vem trazer sentido e bagunça na nossa vida. Um ser frágil, que cresce na nossa barriga e nasce tão cheio de personalidade própria. Um ser que de tão frágil, nos exaure, mas que com apenas um sorriso enche a sua vida de significado. Há realmente muitas coisas com as quais a gente não sonha ou planeja, mas elas acontecem na nossa vida. Nem tudo tem que fazer sentido, mas tudo tem o seu fim (finalidade). E toda a ação nos transforma. Toda a escolha nos brinda com um elenco de conseqüências que nos torna mais fortes e mais corajosas.

Não acho que você tenha perdido as rédeas da sua vida não, Val! Agora vc está lidando com as conseqüências de uma escolha. Amar e cuidar do seu filho é parte das rédeas da sua vida e nisso você tem que colocar o melhor de si, buscar no seu interior sentimentos positivos. Não queira fazer tudo agora. Resolver tudo em apenas um momento. Você tem que elencar as suas prioridades e ir executando apenas aquilo que é possível, sem se cobrar por aquilo que você humanamente não pode dar conta. Antes de amar ao seu filho, você tem que amar a você. Antes de querer dar conta das rédeas da sua vida, você tem que parar, respirar e analisar qual é a sua vida agora. Porque certamente ela deve ter mudado MUITO. E se é uma nova vida que se apresenta, aproveite para mudar aquilo que não mais te acrescentava antes. Faça a podagem como uma boa jardineira.

Não tenha medo de pedir socorro. Ser mãe não é fácil. Todas passam por momentos de muita tristeza e fragilidade após a gravidez. Não deixe que as pessoas te digam que vc não tem motivos para estar triste, porque tem um filho lindo e saudável. Você tem motivos para ser feliz com ele e para ele, mas também tem todo o direito de estar frágil, carente e insegura em relação ao futuro. A gente realmente pensa que se firmar o passo, poderemos de certa forma prever o que será o nosso futuro. Não podemos. A única solução é ter o coração aberto, a mente alerta e aquela vontade de ser feliz apesar de qualquer circunstância. Não coloque a sua felicidade nas mãos de outra pessoa. Traga ela para o centro da sua vida e viva! Homem nenhum pode tirar a sua paz ou te levar para o poço. Você está no poço, porque escolheu ir para lá, deixou que te minassem.

Mas escuta: o poço é só um lugar. Aproveite o silêncio do poço para não ouvir mais ninguém, senão a si mesma. Aproveite a solidão desse lugar que vc se meteu para falar com Deus, que te ouve sem condições e está pronto para te carregar no colo e te dar amor. O poço é um lugar protegido do caos do mundo veloz e cheio de barulhos que nos confundem. O poço é quase um útero materno, mas com falta de calor, porque este tem que nascer dentro de você, é a força para escalar essa montanha de pedra. E vamos ter que escalar muitas. Assim como você se deixou levar para o poço, deixe-se levar para o jardim que te espera lá em cima. Isso, olhe para cima: você verá o céu com as estrelas, você verá o sol com o seu calor. Busque o calor.

Não é mole não, eu sei! Eu já acreditei em bicho papão e ele me dava muito medo. Hoje bicho papão é um homem gostoso e tarado que me espera em qualquer esquina dessa vida. Antes eu fugia dele e agora parece que é ele que foge de mim, ou anda por outros caminhos. Hahaha! É isso, ver nas dificuldades uma maneira de sorrir. Rir de si mesma. Encontrar a piada nas pedras e não se levar tão a sério, quanto às pessoas que nos cercam tentam com seus rótulos e conselhos sem sentidos. Não posso te dizer: faça exatamente isso. Mas posso te dizer: vá em frente, tenha força e fé, porque a resposta vem com o tempo, basta você estar organizada com sua vida para quando a solução – feita por você através da sua decisão – aparecer, você estar apta para lidar com as suas consequências. Tudo em novidade de vida. A vida é nova sempre que nos brindam ou nos permitimos a mudanças!

Vai dar certo!
Tô aqui para você!
Um beijo.

Após ler esse conselho que soa como se fosse uma poesia fiquei em silêncio…

…olhei pro João que estava num soninho tranqüilo ao meu lado e simplesmente sorri.

Agradeci novamente a Deus por ter posto ele em minha vida e aqueles que amo e que não me deixam só nem por um instante. Vagamente comecei a pensar nos últimos momentos que João e eu tivemos com minha família (que agora é dele também) e com meus amigos, aqueles que escolhi como se fossem entes familiares e lembrei de todos os gestos carinhos, do amor incondicional e da felicidade que paira no ar quando estão com o João nos braços.

Me senti um pouco mais segura. Talvez o medo começou a diminuir. Não tenho idéia do amanhã, quanto mais do futuro que nos espera. Mas tenho a certeza que se outra vez minhas mãos começarem a fraquejar enquanto seguro as rédeas da minha vida SEMPRE terei aqueles que vão sobrepor às mãos por cima das minhas pra me ajudar a segurar com mais firmeza.

A Bibi tem razão quando diz que “tenho todos os motivos para ser feliz com ele e para ele”. Antes de teclar com ela estava sentindo que meu apartamento parecia estar vazio, abandonado, frio, grande, sem vida…

….após o silêncio e alguns dias de reflexão, aos poucos meu apartamento voltou a tornar-se cheio de vida com os gritinhos do João que a cada dia passa mais tempo acordado e descobrindo os objetos ao seu redor. Devagarzinho nosso lar está ficando mais aquecido porque com muito esforço estou afastando os pensamentos que, ainda, me entristecem. Aos poucos o João e eu vamos ficando bem em nossa própria casa; afinal todo recomeço tem um processo de adaptação. Lentamente estamos achando conforto em nossas vidas; sem pressa estamos descobrindo um novo mundo. Um mundo a dois, op´s a três com a nossa gatinha Sophia.

Melhor que seja assim, aos poucos, devagar, lentamente…nos conhecendo e nos descobrindo. Hoje além da lata de leite e do lencinho umedecido compramos flores pra alegrar ainda mais nosso lar; nosso doce lar.

Encerro esse post que tem cara e jeito de desabafo com os risinhos do João que acabou de dar uma bela gorfada em mim…rsrs!!

Que assim seja!!

GRAVIDEZ: 5 MESES

Olá Gente Boa!!

Em 1º lugar peço mil desculpas por estar ausente da blogosfera nesses últimos meses. Mas em meio minha qualificação do mestrado e uma gestação estou louquinha e atrapalhada; porém extremamente feliz!!

Por isso vim dividir com vocês esse momento de felicidade plena e contar que vou ser mamãe de um MENINÃO!! Meu bebê nasce em junho e vai se chamar João!! Hehehehe!!

Logo volto a blogar com mais freqüência, só preciso me organizar em meio a essa correria louca. Estou tentando fazer com que o tempo pare de me atropelar; mas tá dificiiilllll…rsrsrs!!

Bom é isso!! Espero que tenham gostado da notícia e, nos falamos em breve.

MAIS UMA PORCARIA POLÍTICA…

Gente Boa; recebi o e-mail que segue do meu grande amigo Luiz e decidi dividi-lo com vocês, postarei na íntegra. Antes de qualquer coisa, esclareço que não é minha opinião sobre o candidato Serra. Assim, como também não apoio a candidata Dilma. Ressalto o que já postei em outro relato: nessa eleição estamos escolhendo entre o “sujo e o mal lavado”. Por essa virtude, chega ser vergonhoso o que vou compartilhar com vocês; mas pela 1ª vez na vida – desde que tirei meu título vou anular meu voto. Independente do candidato que vier a ganhar a eleição de 2010, não desejo carregar essa culpa na consciência.

Vamos lá:

Serra tenta o golpe do Rojas

Vídeo SBT

Fonte: Twitter – #serrarojas e #bolinhadepapelfacts:

– Nunca antes na história desse país se viu uma bola de papel derrubar uma máscara tão perfeitamente

– O exame de “bolística” determinou que o projétil saiu de um chumaço de Maxprint, calibre A4.

– Segurança para o próximo debate. A polícia revistará militantes em busca de bolinhas de papel. Serra chegará de papamóvel

– Quando a criançada da 5ª série descobrir que tomar bolinha de papel garante 24h de repouso vai ser uma festa

– Folha de papel: R$, 0,04. Tomografia computadorizada: R$ 500,00. Assistir ao SBT desmascarar Serra: não tem preço!

– “Extra” “Extra” Polícia Federal estoura sede do PT e apreende 5 resmas de papel Chamequinho

– Serra pede ao TSE direito de arremessar uma bolinha de papel na cabeça da Dilma

– José Serra é hospitalizado após chuva de confetes

@Bolinha_dePapel: Gente, me ajudem!! Soninha que me fumar para queimar as provas!!

– Exclusivo!: Irã planeja enriquecer bolinhas de Papel

– Manchete da Veja: “Dilma Rouseff fez treinamento de lançamento de bolinha de papel na epoca da guerrilha”

– Pedra vence tesoura, tesoura vence papel, papel vence Serra, Serra vence o Oscar!

A meu ver esta é uma das piores eleições que presencio. Levando em consideração que não há proposta políticas apresentadas pelos candidatos. Não há projetos inovadores.

Assistimos de camarote NÃO uma campanha eleitoral com ideologias e melhorias para a Nação; mas SIM “dois galos de briga em um ringue de quinta”.

Ambos utilizam o mesmo discurso de “dar continuidade aos projetos do Lula” – o que é normal, visto que qualquer um faria o mesmo. Foi exatamente o que o Lula, também, fez quando sucedeu o Fernando Henrique Cardoso. Ele continuou o que era bom e melhorou o que era ruim…qual a novidade nisso??!

Mas voltando aos nossos digníssimos candidatos, além das briguinhas sem fundamento, eles andam pregando uma dialética retrógrada visando somente à família e a igreja. Até parece que os problemas do Brasil se resumem nisso. Como se pelo fato de ir a igreja significa que resido em um bairro onde há uma excelente rede de esgoto sem mencionar a ótima segurança oferecida pela polícia, ou seja, não temos problema algum com saneamento básico e com a segurança pública.

Só para analisar um pouco mais a situação vamos trabalhar algumas questões. Gente, falo hipoteticamente porque no Brasil se você tem família e vai à igreja nem perca tempo com o que vou escrever a seguir. É um mero devaneio da minha parte.

Então, hipoteticamente falando, devido eu ter uma base familiar solida como os dois candidatos a Presidência da República, significa que meus filhos recebem uma ótima educação na escola pública que freqüentam e toda nossa família possui um exímio atendimento hospitalar!!

Melhor, vamos além…por sermos uma família que bate cartão na igreja, somos cristãos que não possuem problemas algum, ao contrário, estamos longe da miséria; dos ladrões e traficantes de drogas; dos mercenários políticos; não enfrentamos o processo de conurbação que trazem problemas como transportes; água; esgotos; má uso do solo sem falar em reforma agrária; economia nacional e por aí vai….

Por esse motivo, entre tantos outros que se eu vier a postar aqui todos os problemas existentes no Brasil que deveriam receber atenção desses candidatos nessa campanha aparecerá uma lista interminável e taxativa; mas lembrem-se que falo hipoteticamente, beleza?!

Contudo, farei minhas suplicas não a “igreja”, como nossos ilustres candidatos. Irei direto ao Superior (não ao TSE, outro que deveria fechar as portas, melhor nem comentar), falo de algo divino, algo que a ciência não explica, em outras palavras, peço a Deus que ilumine os brasileiros e votem com o mínimo de consciência possível. Já peço o mínimo porque um povo que elegeu o Tiririca e o 2º mais votado foi o famoso Maluf como Senadores; fica claro que conscientização política não existe em nosso país. E se por ventura, os votos foram justamente uma forma de protesto, o que eu duvido, o povo continua mostrando o quanto precisa pastar nesse mundo. Infelizmente, a minoria tem que pagar pelos erros da maioria.

Entretanto, o que dizer de um país “democrático”, em que o voto é obrigatório. Bom, não há democracia nisso…

Pois bem, pra finalizar, analisem o material que postei como sendo apenas mais uma fonte de reflexão. Visto que estamos diante de dois indivíduos que na atual conjuntura fazem uso de um discurso contrário ao progresso perante tudo o que citei acima.

Por isso Gente Boa; esse acontecimento que trouxe pra vocês é apenas mais uma porcaria entre tantas outras que esses dois seres andam aprontando por aí.

Com isso só peço que antes de digitar o número do seu escolhido na urna e apertar o botãozinho verde pense; pense; pense; pense; pense; pense; pense; pense; pense; pense; pense; pense; pense; pense; pense; pense; e quando achar que tomou a decisão pense mais um pouco. Combinado?!

DE REPENTE GRÁVIDA – PARTE II

Gente Boa; o legal de saber que vai ter um bebê, sem ter a mínima idéia disso, é que vc passa por alguns estágios momentaneos. Pelo menos comigo foi assim:

1º entrei em choque;

2º veio a negação; achei que a notícia era mentirosa, impossível acontecer;

3º veio a aceitação;

4º explosão de felicidade;

5º preocupação;

6º medo do desconhecido;

7º paz;

8º plenitude.

Estou grávida!!

*estou de 5 semanas…rsrs!!

DE REPENTE GRÁVIDA


Hoje chorei e sorri como a anos não fazia. Peguei-me olhando pro céu; respirando o ar sujo que saia dos escapamentos dos carros; ônibus; caminhões como se fosse um deleite à minha vida. Como se estivesse diante da mais linda paisagem!!

Em meio a barulheira do trânsito; buzinas; freadas; palavrões dos motoristas encontrava-me em êxtase saindo do hospital. Minha percepção e meus pensamentos estavam voltados a notícia que acabara de receber. Algo que pra mim soava como surreal…

De onde me encontrava, contemplei a multidão e uma paz interior tomou conta de todo meu ser. Notei que o mundo é muito mais encantador do que parece, e as voltas de 360º que acontecem em nossas vidas sempre tem um proposito bem maior que pregamos com nossa vã filosofia!!

Do meu jeito ímpar de falar com Deus, sorri e disse: como o Senhor é danado!! Adora me pregar peças!! Bom; não imaginava que me sentiria assim…obrigada Senhor por essa brincadeira inesperada. Obrigada por me abençoar e me enviar essa dádiva!!

Acabei de saber que estou grávida…rsrs!!

Porém não tenho idéia de quanto tempo…isso fica para um próximo post…

Ah! antes de encerrar deixo uma frase pra reflexão:

“A vida é uma escalada. Mas a vista é ótima!!”.

¡HASTA LUEGO!

Gente Boa; estarei fora em um Congresso. Torçam por mim. Estou feliz pra caramba em participar deste evento!! Trarei notícias. Bjs e até a volta.

Informações no site do IX Politicom